27.2.07

CIDADANIA


Encontrei este senhor, no meio da estrada, a sinalizar um buraco que punha em risco a normal circulação de veículos.

Não era funcionário de nenhuma empresa de manutenção de estradas, da JAE ou de qualquer autarcaquia era, tão só, alguém que, de biciclete, por ali passava.

Quando de regresso, verifiquei que a estrada já tinha sido reparada confirmei que, de facto, vale sempre a pena intervir.

Se aquele senhor não tivesse abdicado da sua normal e calma viagem ainda agora o buraco lá estava e, quem sabe, quantos acidentes não teriam acontecido.